Voltar aos Detalhes do Artigo Inibidores da monoaminoxidase e cetamina intravenosa: uma associação segura? Baixar Baixar PDF