Psicopatia: influências ambientais, interações biossociais e questões éticas

Autores

  • Helena Dias de Castro Bins Bins Psiquiatra forense pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, RS. Especialista em Psiquiatria Forense pela ABP. Especialista em Psicoterapia de Orientação Analítica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS. Mestre em Ciências da Saúde pela UFCSPA, Porto Alegre, RS. Doutoranda em Ciências da Saúde pela UFCSPA, Porto Alegre, RS. Médica psiquiatra judiciária do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS), Porto Alegre, RS.
  • José Geraldo Vernet Taborda In memoriam.

DOI:

https://doi.org/10.25118/2763-9037.2016.v6.143

Palavras-chave:

Transtornos de personalidade, etiologia, ética

Resumo

A causalidade da psicopatia reside em uma interação ainda mal compreendida entre fatores genéticos, biológicos, ambientais, sociais e psicodinâmicos. O clássico modelo biopsicossocial hipotetiza que a psicopatia se desenvolve quando há componentes genéticos e neurobiológicos associados a traços de personalidade como impulsividade, com aumento de risco quando esses indivíduos são expostos a uma família disfuncional e agravamento quando o ambiente social do entorno falha na proteção básica. No entanto, outros modelos vêm sendo estudados. Costuma-se categorizar estrutura e funcionamento cerebral, neurotransmissores e hormônios como fatores de risco biológicos; no entanto, a maneira como se manifestam e alterações nessas estruturas podem ter origem tanto genética quanto ambiental, ou refletir uma interação entre ambos, o que é denominado de interação biossocial. Atuando na expressão gênica, fatores ambientais podem modificar o cérebro, alterando os traços psicopáticos e aumentando o risco para a patologia ou, ao contrário (de maneira positiva), protegendo o indivíduo. Com relação às influências ambientais, disfunção familiar é o fator psicológico mais importante, abrangendo comportamento antissocial ou alcoolismo paternos, falta de limites e supervisão enquanto criança e separação ou perda de um dos pais. Trauma infantil pode ter um impacto dramático na saúde mental da criança, estando também relacionado à psicopatia. Por fim, questões éticas são discutidas: A presença da psicopatia altera a responsabilidade penal desses indivíduos? Se sim, de que forma? O lugar do psicopata, após um crime cometido, é a prisão ou o hospital forense? É correto submeter psicopatas a pesquisas e investigações científicas? Essase outras questões são abordadas à luz dos conhecimentos e controvérsias atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Teitelbaum PO, Fichbein BC, Marti ns CD, Bins HDC, Schwengber HE, Moreira LL, Christoff MU, Cohen M, Albrecht RB, Cardoso RG. Psicopati a e transtorno anti ssocial de personalidade: implicações sobre a responsabilidade penal. Multi juris. 2012;7:57-67.

Cleckley HM. 1941. The mask of sanity. 5th ed. St. Louis: Mosby Co.; 1988.

Kröber HL, Lau S. Bad or mad? Personality disorders and legal responsibility--the German situati on. Behav Sci Law. 2000;18:679-90.

Thompson DF, Ramos CL, Willett JK. Psychopathy: clinical features, developmental basis and therapeuti c challenges. J Clin Pharm Ther. 2014;39:485-95.

Tamatea AJ. ‘Biologizing’ psychopathy: ethical, legal, and research implicati ons at the interface of epigeneti cs and chronic anti social conduct. Behav Sci Law. 2015;33:629-43.

Teitelbaum PO, Marti ns CDN, Machado AM, Bins HDC, Schwengber HE, Moreira LL, Christoff MU, Adad MA, Cohen M, Albrecht RB, Cardoso RG. Comportamento violento e doença mental: o que sabemos na atualidade? Multi juris. 2011;6:45-57.

Glenn AL, Raine A. Psychopathy and instrumental aggression: evoluti onary, neurobiological and legal perspecti ves. Int J Law Psychiatry. 2009;32:253-8.

Spidel A, Lecomte T, Greaves C, Sahlstrom K, Yuille JC. Early psychosis and aggression: predictors and prevalence of violent behavior amongst individuals with early onset psychosis. Int J Law Psychiatry. 2010;33:171-6.

Ullrich S, Yang M, Coid J. Dangerous and severe personality disorder: an investi gati on of the construct. Int J Law Psychiatry. 2010;33:84-8.

Simon RI. Homens maus fazem o que homens bons sonham: um psiquiatra forense ilumina o lado obscuro do comportamento humano. Porto Alegre: Artmed; 2009.

Hare RD. Sem consciência: o mundo perturbador dos psicopatas que vivem entre nós. Porto Alegre: Artmed; 2013.

Abdalla-Filho E. Transtornos de personalidade. In: Taborda JGV, Abdalla-Filho E, Chalub M. Psiquiatria forense. Porto Alegre: Artmed; 2012. p. 430-49.

Raine A. The anatomy of violence: the biological roots of crime. New York: Pantheon; 2013.

Glenn AL, Raine A. Psychopathy – an introducti on to biological fi ndings and their implicati ons. New York: New York University; 2014.

Viding E, McCrory EJ. Geneti c and neurocogniti ve contributi ons to the development of psychopathy. Dev Psychopathol. 2012;24:969-83.

Paris J. A biopsychosocial model of psychopathy. In: Millon T, Simonsen E, Birket-Smith M, Davis RD. Psychopathy: anti social, criminal and violent behavior. New York: Guilford Press; 1998. p. 277-87.

Borja K, Ostrosky F. Early traumatic events in psychopaths. J Forensic Sci. 2013;58:927-31.

Krischer MK, Sevecke K. Early traumatization and psychopathy in female and male juvenile offenders. Int J Law Psychiatry. 2008;31:253-62.

Cima M, Smeets T, Jelicic M. Self-reported trauma, cortisol levels, and aggression in psychopathic and non-psychopathic prison inmates. Biol Psychol. 2008;78:75-86.

Bins HDC. Transtorno de humor e conduta antissocial em mulheres: avaliação de trauma na infância [dissertação]. Porto Alegre: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; 2012.

Brasil. Lei nº 7.209, de 11 de julho de 1984. Altera dispositivos do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, e dá outras providências. Diário Oficial da União. 13 jul 1984; seção 1:10217.

Taborda JGV, Bins HDC. Ética em psiquiatria forense: antigos dilemas, novos desafios. Rev Bioetica. 2009;17:191-201.

Downloads

Publicado

2016-04-29

Como Citar

1.
Bins HD de CB, Taborda JGV. Psicopatia: influências ambientais, interações biossociais e questões éticas. Debates em Psiquiatria [Internet]. 29º de abril de 2016 [citado 27º de setembro de 2022];6(1):8-15. Disponível em: https://revistardp.org.br/revista/article/view/143

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)