E o estigma atravessa a barreira placentária...

Autores

  • Amaury Cantilino Professor Adjunto do Departamento de Neuropsiquiatria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Diretor do Programa de Saúde Mental da Mulher da UFPE.
  • Joel Rennó Jr Diretor do Programa de Saúde Mental da Mulher (Pro-Mulher) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. https://orcid.org/0000-0003-1954-5898
  • Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra do Pro-Mulher do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. https://orcid.org/0000-0001-9117-1937
  • Juliana Pires Calvasan Psiquiatra do Pro-Mulher do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.
  • Renata Demarque Psiquiatra do Pro-Mulher do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.
  • Jerônimo de A. Mendes Ribeiro Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria. Pesquisador do Grupo de Psiquiatria - Transtornos relacionados ao puerpério, pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCPA).
  • Gislene Valadares Membro fundadora do Serviço de Saúde Mental da Mulher do HC-UFMG, da Seção de Saúde Mental da Mulher da WPA e da International Association of Women’s Mental Health.
  • Renan Rocha Coordenador do Serviço de Saúde Mental da Mulher das Clínicas Integradas da Universidade do Extremo Sul Catarinens.
  • Antônio Geraldo da Silva Diretor Científico do PROPSIQ

DOI:

https://doi.org/10.25118/2236-918X-4-3-5

Palavras-chave:

psicofármacos, gravidez, estigma

Resumo

Decidir se devem continuar a tomar ou não medicações durante a gravidez é uma escolha complexa para as mulheres e os seus prestadores de cuidados de saúde. Informações de amigos, familiares, profissionais de saúde e meios de comunicação podem ter um impacto importante na tomada de decisões sobre a farmacoterapia para transtornos psiquiátricos durante a gestação. Este artigo procura mostrar como o estigma relacionado ao tratamento psiquiátrico também pode interferir na percepção de risco associada a ele durante a gravidez. Se a sociedade, as pacientes e os médicos se preocupam com o uso de medicações durante a gestação, preocupação maior parece existir se estas medicações são psicofármacos. Os profissionais de saúde devem reconhecer isso para identificar as barreiras principais enquanto prestam atendimento a pacientes que necessitam de psicofarmacoterapia neste período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Cantilino A, Rennó Jr J, Ribeiro HL, et al. Afinal, o lítio é um teratógeno relevante? Revista Debates em Psiquiatria. 2013;3:24-27.

Cantilino A, Zambaldi CF. Uma revisão narrativa sobre os riscos dos antidepressivos e da depressão na gravidez. Revista Debates em Psiquiatria. 2012;2:40-44.

Leppée M1, Culig J, Eric M, Sijanovic S. The effects of benzodiazepines in pregnancy. Acta Neurol Belg. 2010;0:163-7.

Myles N, Newall H, Ward H, Large M. Systematic meta-analysis of individual selective serotonin reuptake inhibitor medications and congenital malformations. Aust N Z J Psychiatry. 2013;47:1002-12. https://doi.org/10.1177/0004867413492219

BBC News (Internet). Antidepressants 'could be risk to unborn babies'. 2013 Jun 23 (cited 2014 Mar 21): http://www.bbc.com/news/health-23005367

BBC Brasil (Internet). Uso de antidepressivos na gravidez 'pode trazer riscos para fetos'. 2013 Jun 25 (cited 2014 Mar 21): http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/06/130624_antidepressivos_riscos_feto_mv.shtml

Bonari L, Koren G, Einarson TR, Jasper JD, Taddio A, Einarson A. Use of antidepressants by pregnant women: evaluation of perception of risk, effi cacy of evidence based counseling and determinants of decision making. Arch Womens Ment Health. 2005;8:214-20. https://doi.org/10.1007/s00737-005-0094-8

Einarson A. Challenges for healthcare providers in treating women with psychiatric disorders during pregnancy. J Popul Ther Clin Pharmacol. 2012;19:e371-5.

Domar AD, Moragianni VA, Ryley DA, Urato AC. The risks of selective serotonin reuptake inhibitor use in infertile women: a review of the impact on fertility, pregnancy, neonatal health and beyond. Hum Reprod. 2013;28:160-71. https://doi.org/10.1093/humrep/des383

Robinson GE, Einarson A. Risks of untreated depression outweigh any risks of SSRIs. Hum Reprod. 2013;28:1145-6. https://doi.org/10.1093/humrep/det006

Broudy C, Payne JG. A dangerous bias. Hum Reprod. 2013;28:1148-9. https://doi.org/10.1093/humrep/det007

Ornoy A1, Koren G. Selective serotonin reuptake inhibitors in human pregnancy: On the way to resolving the controversy. Semin Fetal Neonatal Med. 2013: S1744-165X:00116-9.

Cantilino A, Lorenzo L, Paula JA, Einarson A. Use of psychotropic medications during pregnancy: perception of teratogenic risk among physicians in two Latin American countries. Rev Bras Psiquiatr. 2014;36:106-110. https://doi.org/10.1590/1516-4446-2013-1221

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

1.
Cantilino A, Rennó Jr J, Ribeiro HL, Calvasan JP, Demarque R, Ribeiro J de AM, Valadares G, Rocha R, Silva AG da. E o estigma atravessa a barreira placentária. Debates em Psiquiatria [Internet]. 30º de junho de 2014 [citado 18º de abril de 2024];4(3):34-8. Disponível em: https://revistardp.org.br/revista/article/view/241

Edição

Seção

Artigos Originais

Plaudit

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>