Perspectivas epidemiológicas, clínicas e terapêuticas do transtorno bipolar em comorbidade com o uso de drogas: revisão de literatura em língua portuguesa

Autores

  • Bruno Nogueira Garcia Doutorando em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará, UFC, Fortaleza, CE, Brasil https://orcid.org/0000-0002-3249-8806
  • Thayusa Rayan Passos Melgaço Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário Estácio do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil https://orcid.org/0000-0001-5437-708X
  • Andreza Gonçalves Trajano Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário Estácio do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil https://orcid.org/0000-0001-7082-4230

DOI:

https://doi.org/10.25118/2763-9037.2022.v12.277

Palavras-chave:

Transtorno Bipolar, Comorbidade, Drogas

Resumo

Introdução: O transtorno bipolar (TB) é uma patologia que apresenta alto coeficiente de comorbidade com outros quadros em Saúde Mental, implicando considerável complexidade no manejo clínico. Objetivo: O objetivo desta pesquisa foi analisar a condição psicopatológica de comorbidade entre TB e uso de drogas a partir de aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos em artigos científicos em português. Método: Utilizou-se a revisão integrativa de literatura como delineamento metodológico. Na seleção dos manuscritos, adotou-se como critérios: intervalo temporal de 15 anos (2005 a 2020), idioma português, tipologia de produção artigos e área temática Ciências da Saúde. Foram acessadas as bases de dados Lilacs, Pepsic, Pubmed e Scielo. Resultado: Foram obtidos 13 artigos, os quais tiveram seus resultados analisados e debatidos. Observou-se que o TB é uma condição psicopatológica grave e com elevado coeficiente de comorbidades. A presença de uma condição comórbide por uso de drogas intensifica o quadro, bem como torna a condução terapêutica de difícil manejo. Aponta-se que 60% a 85% dos pacientes com diagnóstico de TB já fez uso abusivo de alguma droga durante o curso de vida. Dentre as mais utilizadas por pessoas com TB, o álcool representa a substância lícita de maior associação, atingindo cinco vezes mais o paciente com TB frente à população geral. Verificou-se escassez de pesquisas sobre a temática em língua portuguesa. Conclusão: Sugere-se o desenvolvimento de estudos que apontem dados clínico-terapêuticos específicos do TB em comorbidade com distintas drogas, analisando os efeitos das diferentes substâncias sobre a sintomatologia e condução terapêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

American Psychiatric Association (APA). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM 5). 5ª Ed. Porto Alegre: Artmed; 2014.

Lima RKA, Lima RC, Rodrigues CHS. Princípios gerais do transtorno bipolar. In: Souza FGM. Transtorno Bipolar: Conceitos clínicos e abordagens terapêuticas. Fortaleza: Premius; 2018. p. 19-41.

Organização Mundial da Saúde (OMS). CID 10: Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde. 10ª ed. São Paulo: EDUSP; 2008.

Bosaipo N, Borges V, Juruena M. Transtorno Bipolar: uma revisão dos aspectos conceituais e clínicos. Medicina. Ribeirão Preto. 2017;50(1):72-84. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v50isupl1.p72-84

Ribeiro M, Laranjeira R, Cividanes G. Transtorno bipolar do humor e uso indevido de substâncias psicoativas. Archives of Clinical Psychiatry. São Paulo. 2005;32 (suppl 1):78-88. https://doi.org/10.1590/S0101-60832005000700012

Silva EA, Carmo MCN, Costa RF. Comorbidades no transtorno bipolar. In: Souza FGM Transtorno Bipolar: Conceitos clínicos e abordagens terapêuticas. Fortaleza: Premius; 2018. p. 67-81.

Silva LOL, Dias CA, Rosalino FU. Processos terapêuticos no tratamento do transtorno afetivo bipolar: revisão integrativa. Revista Psicologia e Saúde. 2017;9(3):63-76. https://doi.org/10.20435/pssa.v9i3.386

Lakatos EM, Marconi MA. Fundamentos de metodologia científica. 8ª.ed. São Paulo: Atlas; 2017.

Grupo Anima Educação. Manual Revisão Bibliográfica Sistemática Integrativa: a pesquisa baseada em evidências. Belo Horizonte: Grupo Anima Educação; 2014.

Soares CB, Hoga LAK, Peduzzi M, Sangaleti C, Yonekura T, Silva DRA. Revisão integrativa: conceitos e métodos utilizados na enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP. São Paulo. 2014;48(2):335-345. https://doi.org/10.1590/S0080-6234201400002000020

Barbosa IG, Ferreira RA, Huguet RB, Rocha FL, Salgado JV, Teixeira AL. Comorbidades clínicas e psiquiátricas em pacientes com transtorno bipolar do tipo I. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. 2011;60(4):271-276. https://doi.org/10.1590/S0047-20852011000400007

Rodrigues SMS. Comorbidades psiquiátricas em dependentes de álcool e drogas. Revista Paraense de Medicina. 2008;22(2):53-61. http://pepsic.bvsalud.org/pdf/aletheia/n30/n30a09.pdf

Diehl A, Cordeiro DC, Laranjeira R. Abuso de cannabis em pacientes com transtornos psiquiátricos: atualização para uma antiga evidência. Brazilian Journal of Psychiatry. 2010;32(1):41-45. https://doi.org/10.1590/S1516-44462010000500007

Sanches RF, Marques JMA. Cannabis e humor. Brazilian Journal of Psychiatry. 2010;32(2):173-180. https://doi.org/10.1590/S1516-44462010000200014

World Health Organization (WHO). Mental Health ATLAS 2020. Geneva: WHO; 2021. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/9789240036703/

Lima RC, Rodrigues ALS, Gusmão EES. Diagnósticos diferenciais do transtorno bipolar. In: Souza FGM. Transtorno Bipolar: Conceitos clínicos e abordagens terapêuticas. Fortaleza: Premius; 2018. p. 83-94.

Silva CR, Kolling NM, Carvalho JCN, Cunha SM, Kristensen CH. Comorbidades psiquiátricas em dependentes de cocaína/crack e alcoolistas: um estudo exploratório. Aletheia. 2009:101-112. http://pepsic.bvsalud.org/pdf/aletheia/n30/n30a09.pdf

Sanches R, Assunção S, Hetem L. Impacto da comorbidade no diagnóstico e tratamento do transtorno bipolar. Revista de Psiquiatria Clínica. 2005;1:71-77. https://doi.org/10.1590/S0101-60832005000700011

Zaleski M, Laranjeira RR, Marques ACP, Ratto L, Romano M, Alves HNP, Soares MBM, Abelardio V, Kessler F, Brasiliano S, Nicastri S, Hochgraf PB, Gigliotti AP. Diretrizes da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas para o diagnóstico e tratamento de comorbidades psiquiátricas e dependência de álcool e outras substâncias. Brazilian Journal of Psychiatry. 2006;28(2):142-148. https://doi.org/10.1590/S1516-44462006000200013

Rodrigues SD, Neto LHC, Souza FGM. Tratamento farmacológico do transtorno bipolar. In: Souza FGM. Transtorno Bipolar: Conceitos clínicos e abordagens terapêuticas. Fortaleza: Premius; 2018. p. 195-209.

Hess ARB, Almeida RMM, Moraes AL. Comorbidades psiquiátricas em dependentes químicos em abstinência em ambiente protegido. Estudos de Psicologia. Natal. 2012;17(1):171-178. https://doi.org/10.1590/S1413-294X2012000100021

Cunha LMS, Frota SF, Bacelar E. Dependência química no transtorno bipolar. In: Souza FGM. Transtorno Bipolar: conceitos clínicos e abordagens terapêuticas. Fortaleza: Premius; 2018. p. 105-122.

Araújo RB, Santos PL. Tratamento cognitivo-comportamental sinérgico de dependência química, bulimia nervosa e transtorno bipolar. Psicologia Argumento. 2015;33(83):496-510. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/psicologiaargumento/article/view/19863

Passos PCS, Pinheiro AHL, Diniz PD. Psicoeducação no tratamento do transtorno bipolar. In: Souza FGM, Bisol LW. Transtorno bipolar do espectro ao DSM. Fortaleza, Premius; 2020. p. 329-339.

Moreira RM, Oliveira NE, Lopes RE, Lopes MV, Félix, TA, Oliveira LS. Transtorno mental e risco de suicídio em usuários de substâncias psicoativas: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas. 2020;16(1):1-10. https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.158433

Silva ER, Ferreira AC, Borba LO, Kalinke LP, Nimtz MA, Maftum MA. Impacto das drogas na saúde física e mental de dependentes químicos. Ciência Cuidado e Saúde. 2016;15(1):101-108. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/27137

Fernandes MA, Pinto KL, Neto JAT, Magalhães JM, Carvalho CMS, Oliveira ALC. Transtornos mentais e comportamentais por uso de substâncias psicoativas e hospitais psiquiátricos. Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas. 2017;13(2):64-70. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v13i2p64-70

Downloads

Publicado

2022-06-08

Como Citar

1.
Garcia BN, Melgaço TRP, Trajano AG. Perspectivas epidemiológicas, clínicas e terapêuticas do transtorno bipolar em comorbidade com o uso de drogas: revisão de literatura em língua portuguesa. Debates em Psiquiatria [Internet]. 8º de junho de 2022 [citado 27º de setembro de 2022];12:1-23. Disponível em: https://revistardp.org.br/revista/article/view/277

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.